Saúde

Beneficios do Resveratrol, Você já Sabe sobre Isto?

Beneficios do Resveratrol, Você já Sabe sobre Isto?
window.adsbygoogle || []).push({});

Beneficios do Resveratrol, Você já Sabe sobre Isto?

beneficios do resveratrol

Beneficios do resveratrol na saúde, o que você sabe a respeito? É bem possível que você até já tenha ouvido falar que consumir vinho de uvas tintas reduz os níveis de colesterol LDL, além de outros benefícios.

Essa capacidade que o vinho tinto tem como característica, se deve exatamente ao fato dele apresentar bons níveis de resveratrol na sua composição.

Essa substância também está presente em outros alimentos e bebidas, que de igual modo, fazem um grande bem ao organismo.

Nos dias de hoje, os benefícios do resveratrol na saúdes se mostram cada mais evidentes, e entre entre os principais benefícios, está a proteção do coração e também das funções cerebrais.

Beneficios do Resveratrol – Uvas tintas são uma boa fonte

Existem muitas variedades de uvas, entre elas Syrah, Merlot, Cabernet Franc, Carmenere e Tempranillo.

 

São algumas uvas de nomes exóticos, diferentes para a maioria das pessoas, mas elas guardam, na sua composição,  compostos poderosos para a nossa saúde.

São uma fonte inesgotável para o desenvolvimento de futuros medicamentos para os mais diversos tratamentos.

Como é a uva por dentro e por que é tão benéfica para a saúde?

É exatamente na casca da uva que está quase todo o resveratrol que é encontrado na fruta, além dos pigmentos responsáveis pela cor.

Tanto na casca quanto na poupa, existem compostos antioxidantes que combatem o envelhecimento celular, sendo que a poupa tem também minerais de grande importância e água.

Enfim, encontramos  nas sementes, depósitos de tanino, outro poderoso antioxidante.

A tecnologia hoje retira da casca e da semente os benefícios dessas substâncias maravilhosas, que incorporadas  ao vinho, e assim nós temos acesso a esse benefício do vinho.

Isto é o que os nutricionistas chamam de alimento funcional. A bebida tem substâncias que podem ajudar a reduzir o risco de doenças tais como diabetes, pressão alta e o câncer e problemas no coração.

É importante frisar que realmente a ingestão deve ser diária porque nós não conseguimos armazenar, guardar esse tipo de molécula nosso organismo, pois é eliminada muito facilmente é pelas fezes pela urina.

Existe um trabalho de uma pesquisadora da UFRJ (Eliane Fialho)que estuda a associação do resveratrol à quimioterapia.

Ela separou células cancerosas de mama, uma doença de alta incidência no brasil onde só este ano a estimativa é de 50 mil novos casos.

O resveratrol sozinho é capaz de matar a célula cancerosa, só que quando se associa ao quimioterápico, o resveratrol tem a capacidade de potencializar o efeito do quimioterápico.

Neste caso, então você vai diminuir a quantidade do medicamento a ser administrada na quimioterapia, o que vai minimizar os efeitos colaterais do tratamento.

Segundo a pesquisadora, a quantidade de resveratrol (na ingestão do vinho) que é colocada na célula é uma quantidade que não se sabe se vai conseguir debelar a doença totalmente.

Para o tratamento do câncer, o ideal é mesmo o desenvolvimento de medicamentos à base de resveratrol, onde se teria uma maior concentração do princípio ativo.

A pesquisa está avançada mas a fabricação do medicamento ainda pode levar alguns anos.

Quando a gente vê tanto estudo tanta tecnologia, fica difícil imaginar o quanto o vinho está ligado à evolução da humanidade.

Podemos ver já no Antigo Testamento, onde foi atribuído a Noé a tarefa de ter cultivado parreiras e de ter feito o primeiro vinho.

Mas os egípcios foram os primeiros a registrar, através de pinturas e documentos,  o processo de produção de vinho, isto desde 3 mil anos AC.

Mais tarde,  e Hipócrates o pai da medicina, indicou o vinho como antiinflamatório e recomendado como parte de uma dieta saudável.

Conta a história que os primeiros barris de vinho chegaram no brasil nas caravelas dos colonizadores portugueses, mas foram os imigrantes italianos que trouxeram a força de trabalho e o conhecimento para a produção da bebida.

Hoje, cerca de 140 anos depois, os netos e bisnetos desses imigrantes mantém viva a tradição na serra gaúcha; eles são responsáveis pela fabricação de grande parte do vinho.

O estado do Rio Grande do Sul produz cerca de 90% do vinho nacional, sendo alguns já premiados aqui e fora do Brasil.

Colheita da uva no sul do Brasil

Visitando uma família que produz a uva, verificamos que a colheita normalmente é só a partir de janeiro, mas ninguém fica parado nesta vinícola familiar.

Encontramos o chefe da família que cuida de limpar com todo cuidado as garrafas de espumante que vão estar na ceia de Natal de muita gente.

“Cada vez mais dá vontade de trabalhar e botar a mão e sentir aquela sensação de produzir uma coisa que você criou, você viveu a vida inteira é uma paixão”.

É isso aí paixão é o que está no sangue dos imigrantes de origem italiana. Este senhor deu aulas e formou enólogos durante 30 anos, mas já está no ramo há 50 anos, pesquisando, engarrafando preciosidades.

E sequer pensa em parar: olha se depender da minha vontade eu acho que vai longe ainda, vai longe  e que Deus permita essa mesma disposição que está no rosto nas minhas mãos”.

Essa mesma disposição está nas mãos e no suor de uma outra família que tivemos a oportunidade de ver.

A esposa usa um chapéu que a protege. Ela e seu esposo encaram o sol forte da serra gaúcha aos 54 anos de casamento e pelo menos 70 anos nos vinhedos.

Até hoje é o trabalho de todos os dias. Ela pisou pela primeira vez um parreiral ainda muito criança e nem se lembra quando isto aconteceu.

E eles tem uma vida que é uma verdadeira bênção, é resultado do vinho, pois nunca fizeram uma refeição sem o vinho, onde para eles, sem o vinho a refeição não é completa.

A terra é o ofício de todos, já são três gerações juntas e produzem uvas tão fortes e tão bonitas.

O dia passa e neto vem chamar os avós para o almoço que está quase pronto. A massa já está no fogo e a mesa é farta; toda a família reunida na refeição e nos vinhedos como uma herança de pai pra filho.

“A melhor coisa é ter orgulho de que nós dependemos disso aqui né, dependemos do nosso serviço”.

Se gostou, recomenda para amigos e familiares, e não se esqueça de voltar!

 

 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.