Bem Estar Saúde

Refluxo Gastroesofágico, Você Sofre com Este Problema? Veja aqui.

Refluxo Gastroesofágico, Você Sofre com Este Problema? Veja aqui.
window.adsbygoogle || []).push({});

Refluxo Gastroesofágico, parece que hoje todo mundo fala sobre refluxo e hoje vamos falar sobre esse assunto!

Falar dos sintomas típicos e dos sintomas atípicos das complicações do Refluxo e, algumas coisas que você pode fazer para melhorar. Dar um toque importante sobre sobre o tratamento!

Hoje vamos falar desse que é um problema comum em qualquer idade! O Refluxo Gastroesofágico!

O que é o Refluxo Gastroesofágico

A Doença de afeta 10 a 20% das pessoas no mundo ocidental. Ela acontece quando existem sintomas ou complicações que são resultantes do refluxo de conteúdo ácido do estômago para dentro do esôfago.

Isto é bem lógico: a mucosa do estômago é preparada pela Natureza para lidar com um líquido extremamente ácido. A mucosa do esôfago não foi preparada para isto.

E ela é queimada por este ácido. É esta “queimadura” crônica que causa a inflamação da mucosa do esôfago chamada esofagite. E causa também as complicações da doença Refluxo Gastroesofágico, que vamos falar mais adiante.

Sintomas do Refluxo Gastroesofágico

As pessoas habitualmente sentem uma sensação de  queimação no peito, especialmente depois das refeições. Podem chegar a sentir até dor no peito. E tudo isto pode ser pior à noite, porque as pessoas ficam deitadas na horizontal.

Os pacientes podem perceber a regurgitação da ação do ácido até a boca, e sentir um gosto amargo mesmo!

Às vezes sentem, como se tivesse uma bala atravessada na garganta.

Os sintomas atípicos do Refluxo

Os sintomas atípicos do Refluxo Gastroesofágico podem ser: tosse crônica, dor de garganta, laringite, rouquidão e até erosões dentárias.

Doença de Refluxo assintomática

Mas, também estamos descobrindo que existe um número substancial de pessoas que têm refluxo mas não tem sintoma nenhum! É a doença de Refluxo assintomática.

Ela só se manifesta porque se descobre com a ajuda da endoscopia, a inflamação na mucosa do esôfago: a Esofagite de Refluxo, ou porque existe alguma complicação da Doença de Refluxo Gastroesofágico.

Complicações do Refluxo Gastroesofágico

Que complicações? As complicações sérias da doença de refluxo são: 1º o estreitamento do esôfago a Estenose esofágica, de tanto que ele inflama, desinflama, inflama e desinflama acaba fazendo uma cicatriz que estreita a passagem dos alimentos.

Isso dificulta a deglutição. Uma outra complicação é o O Esôfago de Barret, onde existe uma mudança do tecido. Essas pessoas que tem o Esôfago de Barret, precisam ser acompanhadas de perto, fazendo endoscopias com regularidade, pra acompanhamento desse tecido, já que existe alguma chance de haver uma modificação mais adiante.

E a outra complicação a mais séria é exatamente, o próprio Adenocarcinoma de esôfago que é o câncer de esôfago.

Tratamento do Refluxo Gastroesofágico

E o tratamento? Ele inclui modificações do estilo de vida,medicações e em casos selecionados até cirurgia. E o que você pode fazer para diminuir o refluxo?

Elevar a cabeceira da cama, colocar calços nos pés da cabeceira ou no estrado. Isto é uma forma eficiente de fazer essa elevação.

Só aumentar o número de travesseiros não resolve. É preciso ter um intervalo de pelo menos duas horas entre uma refeição e se deitar.  Depois de uma refeição, você deve se recostar numa poltrona.

Cuidados a serem seguidos

Mas se você tem refluxo, deitar na horizontal depois de uma refeição, não é uma boa idéia! Fazer refeições menores é muito importante. Comer menos, comer mais leve, comer mais cedo, especialmente nas refeições noturnas.

Diminuir o peso. Isto mesmo: Emagrecer sim, se você estiver acima do peso. Tentar identificar os alimentos e as bebidas que provocam os sintomas em você, pois isto varia de pessoa para pessoa.

Alimentos que podem provocar o Refluxo Gastroesofágico

Para uns pode ser o vinho, para outros é a comida condimentada, para outros é um molho de tomate, e para outros pode ser a massa de empada.

Cafeína, menta, bebidas alcoólicas e chocolate, comumente provocam os sintomas em quem tem doença de Refluxo Gastroesofágico.

E se você consegue identificar os alimentos que desencadeiam os sintomas em você, é importante evitar a ingestão deles.

E os remédios? 70 a 80% das pessoas tem um alívio muito grande dos sintomas quando usam 8 semanas de alguma medicação do tipo omeprazol, pantoprazol,  entre outros.

Acontece que muita gente volta a ter sintomas quando para a medicação. É por isso, que é muito importante que o tratamento seja individualizado e orientado pelo médico.

Existem casos em que o médico vai indicar o uso contínuo da medicação. É o caso da Esofagite de refluxo e o caso do Esôfago de Barrett ou caso de sintomas persistentes importantes quando a medicação interrompida.

Por isto evite a auto medicação. Se você tem doença de refluxo, você deve procurar seu médico que e´a pessoa certa para fazer a indicação do tratamento e/ou medicamentos adequados.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.